top of page

Amor na maturidade




Na minha idade, na meia idade, não é sempre que o amor acontece...

Na minha idade, a meia idade, o coração geralmente já se tornou um pouco mais duro... a vida já nos mostra um cinza e o corpo não é mais esguio...


Na minha idade, a ternura parece distante e os desejos, carentes...

Na meia idade, as lobas escondem gemidos à espera eterna de um novo amanhecer...


Os uivos querem apenas aconchego... Os delírios, um colo macio para descansar após um dia cansativo...


Na minha idade, tememos a solidão, mas esquecemos de ser audazes...

Na minha idade, pensamos que o amor não pode ser jovem...

Mas, o que fazemos quando nos vemos apaixonadas?! Meninas travessas, divididas entre a fome e a vontade?!


Na minha idade... a meia idade... olho para o horizonte e encontro teus chamegos... sinto saudade dos teus beijos... me aconchego no teu colo e esqueço que o mundo existe!!!

Sorrio ao escrever um poema, sinto frio na boca do estômago, olho para meu corpo e esqueço das formas mais arredondadas...


Teu olhar perdido faz bem à minha alma, teus sussurros aconchegam meus uivos, posso falar de tudo sem medo... sem censura!

Não sei mais se estou na meia idade... Só tenho coração. A razão foge pelos cantos e quero sentir, mesmo na calada da noite, mesmo nas dúvidas... mesmo quando sinto medo...


Na minha idade, sinto-me jovem quando posso olhar seu rosto e acariciar, quando posso fazer um carinho atrevido, quando apenas posso fechar os olhos e sentir...


Na minha idade, a minha meia idade não tem rugas... não tem olheiras... não tem insônia que resista ao desejo de estar aconchegada junto ao teu corpo, sentindo teu calor que aquece minha alma!!!


Chega manso... Chega doce... apenas........................... chega e fica olhando para o horizonte da vida, lado a lado, apoiando todos os sorrisos e todas as cores...


Um amor maduro, sem medo de sentir... sem medo de errar... sem medo... apenas, cuidando, apenas ensinando que tudo pode ser diferente!

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


Ler é a maior arma que temos...

bottom of page