Buscar
  • helenafraga

Santa Cruz

14 de setembro



Hoje comemora-se o Dia da Cruz símbolo máximo da crucificação de Jesus e da Salvação dos homens. A cruz é o elemento central da fé católica bem como de outras denominações domo anglicanos e luteranos.

A meditação do Dia de São João Crisóstomo nos leva a refletir sobre esse momento e nos transporta a uma oração que pode nos elevar a alma!


“É necessário também que o Filho do homem seja elevado. Cristo está hoje na cruz e nós celebramos uma festa! Para que saibais que a Cruz é festa e solenidade espiritual! Anteriormente, a cruz era uma condenação; mas agora, em vez disso, tornou-se uma questão de honra. Anteriormente, era um sinal de condenação; atualmente é de salvação. Ela nos foi a causa de inúmeros bens. Ela nos libertou do erro; ela nos iluminou quando estávamos sentados nas trevas. Ela nos reconciliou com Deus quando já estávamos derrotados, e de inimigos, nos tornou seus servos, e de afastados nos fez próximos de Deus. Ela é a destruição da inimizade, a guardiã da paz, o tesouro de bens infinitos. Por ela não vagamos mais nos desertos, porque conhecemos o verdadeiro caminho. Já não vivemos mais fora do palácio, pois encontramos a porta. Não tememos os dardos inflamados do diabo, porque encontramos a fonte. Pela cruz não somos mais viúvos, visto que recebemos o Esposo. Não tememos o lobo, pois encontramos o Pastor. Pela cruz não tememos mais o tirano, porque estamos ao lado do rei. E por isso, ao celebrarmos a memória da Cruz, fazemos festa pela Cruz: “Celebremos, diz Paulo, não com o fermento velho, mas com ázimos de pureza e verdade”. (1Cor 5,8) E depois, acrescentando a causa, continua assim: “Porque nossa Páscoa, Cristo, foi imolada!” (1Cor 5,7).”

43 visualizações
 
  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn

©2020 por Poetando com Helena Fraga. Orgulhosamente criado com Wix.com